Programa Educação em Rede




Apresentação


Vivemos, definitivamente, a era da tecnologia. A maioria das pessoas estão conectadas por algum meio tecnológico. Essas conexões ocorrem em distintas esferas: sociais, culturais e tecnológicas.  

Educação e tecnologia são faces de um mesmo processo. Possuímos uma sociedade com avanços significativos em várias áreas do conhecimento. Nunca evoluiu-se tanto em um curto espaço de tempo. Neste sentido, a educação necessita acompanhar este fluxo de transformação e possibilitar a seus atores condições favoráveis para acompanhar esses avanços. 

Com isso, cabe a Rede Pública Municipal criar condições de formação e aprimoramento dos processos educacionais. Desta forma, a mesma estará inserida e preparada frente às demandas educativas da atualidade. 


Objetivo Geral


Ampliar a qualidade do ensino tendo em vista a modernização do processo educacional com o desenvolvimento de novas habilidades por meio de inovações tecnológicas no cotidiano escolar. 


Específicos


  • Proporcionar dinamismo ao processo de aprendizagem, considerando as distintas possibilidades metodológicas de ensinar e aprender a serem desenvolvidas.  

  • Criar formas atrativas para maior engajamento do educando no seu processo de aprendizagem. 

  • Facilitar  a relação entre família e escola.

  • Utilizar a tecnologia para o planejamento das ações pedagógicas no cotidiano da escola. 

  • Potencializar a comunicação interpessoal e, por consequência, o aumento das habilidades sociais;

  • Repensar sobre o modelo de ensino que norteia as atuais práticas pedagógicos

  • Aproximar conceitos e conteúdos com a realidade dos estudantes nativos da era digital

  • Buscar um modelo educacional adequado ao tempo atual.

Justificativa


Estamos na era do conhecimento digital, onde a relação e interação social e  com o mundo se dá também, através das tecnologias digitais. Por isso, cabe pensar como instigar e facilitar esse novo contexto na escola. É necessário encontrar diferentes métodos de aprendizagem que associam as novas tecnologias com o que está inserido no espaço escolar. Ter o educando como protagonista de suas aprendizagens e fazer uso adequado dessas ferramentas, exige que o educador esteja capacitado para dialogar com  a educação digital.  

As tecnologias digitais ressignificam a metodologia contemporânea, contestando um modelo obsoleto ultrapassado, proporcionam maior dinamismo e humanização  no processo de aprendizagem com diferentes possibilidades de interação, experiência, descoberta, desafio e pesquisa. Além disso, promove a inclusão, diminui a evasão escolar, propiciando ao educando maior autonomia, de forma a favorecer sua formação integral, e pode melhorar, além de tudo já citado, a interpretação das informações que chegam até eles.




Ações


  1. Aquisição de Chromebooks para professores

  2. Ensalamentos salas físicas X virtuais

  3. Formação continuada de letramento digital (prof e alunos)

  4. Formação continuada de Metodologias ativas

  5. Ampliação da rede das escolas

  6. Criação de web site para Formação de professores visando o MHE (www.smedijui.com)

  7. Criação de uma plataforma colaborativa educacional

  8. Efetivação do uso do Diário on line (aplicativo Gestor, professor, estudante/família)


Detalhamento das ações


  1. Serão adquiridos 800 Chromebooks para serem distribuídos aos professores da Rede Municipal de Ijuí. (especificações em anexo)

  2. Criação de sala de aula virtual na Plataforma do Google Classroom. Todas as salas de aulas físicas serão espelhadas com as Salas Virtuais agilizando o processo de aprendizagem, possibilitando outras formas metodológicas de abordagem.

  3. Formação Continuada de Letramento Digital para os professores e alunos da Rede Municipal de Ensino. A capacitação visa fornecer ao professor o conhecimento para a preparação de aulas no Modelo Híbrido de Ensino. A iniciativa compõe o modelo híbrido de ensino, que também compreende as aulas presenciais no ano de 2021.

  4. Oferecer formação para as etapas da educação, áreas e componente curriculares. A grande preocupação é o desenvolvimento de competências do educador, necessárias na educação atual. Diante disso, estão as metodologias ativas que proporcionam um maior envolvimento dos alunos na construção do seu conhecimento. Estudiosos têm procurado desenvolver métodos de ensino que buscam trabalhar a autonomia do discente, o autogerenciamento e a corresponsabilidade pela sua própria formação.  trabalho em equipe, ética e sensibilidade.

  5. Diagnosticar e ampliar a cobertura de conexão em rede nas escolas. Estabelecer como prioridade chegar em 100% das escolas.

  6. Projetar, desenvolver e gerenciar um site educacional  para possibilitar a Formação de professores de forma on-line;

  7. Criar e gerenciar uma Plataforma Colaborativa onde os professores possam postar as suas práticas exitosas e servir de inspiração para o planejamento das aulas;

  8. Utilização do Diário de classe on-line, que qualifica a gestão escolar e possibilita aos pais e alunos o acompanhamento da vida escolar.

  9. A criação do site www.smedijui.com facilita o trabalho de comunicação com a comunidade escolar e sociedade em geral. Seja com as informações por meio de notícias das ações da secretaria ou com a Formação Continuada dos professores.



Impacto Pedagógico


As tecnologias digitais não são mais questões de debate na sociedade do conhecimento digital, hoje, é impossível ignorar a distância entre a escola e para além dos muros da escola. Para tanto, se faz necessário repensar o modo de utilizá-las e relacioná-las ao cotidiano escolar, visando a qualificação das práticas pedagógicas, de modo a torná-la um espaço tecnológico voltado para pesquisa, criação, descobertas, desafios, inúmeras alternativas de interações, conexões e formação integral do sujeito.

Dessa maneira, as políticas educacionais devem articular-se a capacitação do uso pedagógico das tecnologias a fim de tornar o espaço da escola um ambiente com sujeitos curiosos, pensamentos criativos, investigativos, capazes de utilizar a tecnologia na resolução de problemas, sendo  protagonistas do seus fazeres.

Frisando o espaço da Educação Infantil, as novas tecnologias, se bem projetadas, podem alargar as oportunidades para que toda criança, nos mais diferentes contextos, experimente, explore, se expresse e, durante esse processo, consiga aprimorar diferentes habilidades facilitadoras para o contexto de vida.

Além disso, o uso da tecnologia na formação e qualificação do trabalho docente, em que o professor/educador possa estar ressignificando sua práxis educativa, reinventando percursos dentro da realidade do contexto educacional, dando maior visibilidade ao trabalho desenvolvido, a identidade da escola, compartilhando saberes, na intenção de ampliar o repertório para novas e possíveis aprendizagens. 

Portanto, o foco não deve ser quais as tecnologias estão sendo usadas no espaço escolar e sim, o que está sendo feito com essa ferramenta. Se queremos sujeitos com pensamento criativo na sociedade contemporânea, se faz necessário propiciar diferentes maneiras de envolver-se com a tecnologia e assim, permitir a criação de seus próprios projetos e manifestação de ideias.